terça-feira, maio 12, 2009

O topo

Como se chega ao topo de uma organização?
Competência e criatividade não levam você até lá.
Sexo? Bem, sexo pode fazer com que você chegue perto do topo. No topo, não.
A vida corporativa é misteriosa.
Não é para inocentes, ingênuos, bem-intencionados...
Uma qualidade de quem está no topo é uma certa dose de canalhice.
Sangue-frio e desfaçatez também são requisitos dos senhores de escravos.
Mas o que eu gostaria mesmo é de saber como se chega lá.
Não que eu tenha interesse em estar no pico da montanha.
Falta-me disposição. Estou velho.
E acho que é necessário deglutir o indeglutível.

(Esse post eu puxei lá detrás pra cá. Gosto dele.)

Um comentário:

Edvar disse...

Merval Rosa dizia em sala de aula que sabia o caminho para o sucesso na denominação. Preferia entretanto não seguir por ele!!!rs
Seria a mesma coisa?
Abs,