quarta-feira, fevereiro 09, 2011

TIA

- Fofinha, que cara é essa?
- Fui assaltada, Gordo.
- Machucaram você?
- Estava no ponto, gente de montão em volta, o galalau chegou berrando: “Aí, tia, dinheiro, relógio e celular”.
- Pô, Gordo, tia. Tia o cacete. Tenho 19 anos. O cara era mais velho do que eu. Ele ficou puto e tirou meu relógio. “O dinheiro, o celular, porra”.
- Ninguém ajudou?
- Ajudar? Abri minha carteira, mostrei que não tinha um tusta, disse que não usava celular. A multidão, primeiro, me olhou com pena, depois, como se eu fosse alienígena.
- Bom, todos têm medo de se envolver, levar um tiro. Mas e o cara?
- Saiu andando. Parou, olhou o relógio e voltou: “Aí, tia, pode ficar com seu relógio. Esse bobo tá sofridão”.

2 comentários:

ViVi*M*S disse...

Poxa Utahy, fui assaltada há duas semanas... levaram meu telefone. Ainda tenho que agradecer que o fedorento (sim, ele estava muuuuito fedorento) me levou apenas isso. Muito triste, dei adeus aos meus contatos da agenda. Aff, alguns deles será tchau para sempre, mas fazer o quê??? De quebra ainda ganhei uma fungada no cangote... Dá para acreditar???rs.
Bjks da fã inconteste!

Utahy Santos disse...

O pior deve ter sido a fungada no cangote.